Ainda não há comentários

Com quase 800 eventos realizados, Centro de Eventos do Ceará comemora sete anos esta semana

O Centro de Eventos do Ceará (CEC) celebra esta semana sete anos de história e também de muitos números positivos. O equipamento, que começou a funcionar em 18 de agosto de 2012, já recebeu 792 eventos e um público de 7 milhões de pessoas. Foram gerados R$ 66 milhões em receita direta. O CEC comemora a data recebendo a XIII Bienal do Livro do Ceará, shows de Milton Nascimento e de Ney Matogrosso, além do Seminário Internacional de Educação Básica.

“Além do equipamento em si, que é fundamental para atrair grandes eventos para o Estado, o CEC foi um marco no turismo do Ceará. Impulsionou o turismo de negócios e foi responsável por acabar com a sazonalidade na ocupação hoteleira do Estado, já que o período de alta dos eventos é exatamente o período de baixa do turismo de lazer”, destaca Lívia Holanda, gerente geral do CEC. Ela aponta também que novas empresas foram abertas no Ceará para suprir a demanda de realização dos eventos.

Para Manoel Linhares, presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis, o Centro de Eventos é motivo de orgulho para o setor. “Para nós cearenses é motivo de muito orgulho ter um centro de eventos que é referência para o Brasil. O turista de negócios gasta três a quatro vezes mais do que o turista de lazer. Só temos que nos orgulhar de ter um Governo que olha para o turismo e dá exemplo para todo o Brasil”.

Ivana Bezerra, presidente do Fortaleza Convention & Visitors Bureau, ressalta que o Centro de Eventos do Ceará é um divisor de águas entre o que o Estado era e o que é hoje, com o equipamento. “É o melhor do Nordeste, quiçá do Brasil. Observamos com clareza o que é a cidade com e sem evento. Nem precisa ser um evento de grande magnitude e já sentimos. Além da ocupação dos hotéis, vemos isso nos restaurantes e lojas. O Centro de Eventos veio pra agregar, para trazer não só os eventos corporativos, mas também os de lazer. É um equipamento que faz total diferença na nossa economia”.

De acordo com estudo da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Ceará (Fecomércio-CE), o total gasto por turistas participantes de eventos em 2018 foi R$ 549,6 milhões, sendo R$ 2.340,80 o gasto médio pelo período de estadia. Do total, 75% dos turistas se hospedam em hotéis, 60% são graduados e 28% ampliam a estadia para além do período do evento. A pesquisa mostra também que 47 mil novos empregos foram criados.

O Centro de Eventos tem ainda 63 eventos agendados para este ano, como o Congresso Brasileiro de Reumatologia, o Estética In Nordeste, o Congresso Brasileiro de Medicina Intensiva, Congresso Brasileiro de Ortopedia e Traumatologia e Congresso Brasileiro do Aparelho Digestivo. A agenda do equipamento já tem eventos programados e contratados até 2024.

Publicar um comentário